Traduções Crédulas: Uma Crítica Infeliz ao Molinismo

Padrão

Esses dias vi o artigo original – uma crítica completamente malfeita e cheia daquela retórica nojenta: `ui, você é eréji! renega a soberania de Deus com esse tal de moli-sei-lá-o-que!’ e essa pentelhação bastante sui generis…

Mas o mais divertido foi ver uma refutação muito polida e bem-escrita. Prefiro então repassar a pequena gema, e no futuro fazer algo mais decente em prol do molinismo.

Continuar lendo

Anúncios

Traduções Crédulas: Como a Glória de Deus Pode Ser Diminuída no Calvinismo?

Padrão

É, uma pergunta interessante. Como numa teologia determinista, as coisas podem ser piores ou melhores do que são? Se nada é diferente, por que a comparação? Por que, por exemplo, reclamar que nossa ‘conduta’ e ‘escolhas’ diminuem a glória de Deus, se Deus decide unilateralmente como aumentar Sua glória?

Este é o assunto deste post: uma auto-contradição.

Continuar lendo

Traduções Crédulas: Há Duas Vontades em Deus?

Padrão

Bem, primeiro algumas breves mudanças. Este blog servirá definitivamente para postar traduções de artigos exclusivamente sobre teologia, especificamente soteriologia arminiana/molinista. Quanto à parte mais autoral, preferi transferir para o novo blog, Deforming Blindness. Isto inclui a recém-inaugurada seção de perguntas e respostas (que ainda está intacta, com um breve diálogo sobre Cornélio e depravação total :)).

Agora, o texto. Bem, este é o infame argumento do ‘deus doublethinker’, ou da esquizofrenia divina. Dado que todo calvinista (quase sem exceção) usa um argumento semelhante – e me contam as más línguas que isto remonta a Calvino -, é bastante comum ficar confuso com coisas como ‘Deus ordena aquilo que Ele não gosta’ ou coisas do gênero ‘vontade permissiva’, ‘vontade decretiva’ e as coisas todas. Resolvi traduzi e postar esta crítica de William Birch a um artigo de J. Piper sobre as duas vontades contraditórias.

Leiam e reflitam!

Continuar lendo