Traduções Crédulas: Uma Crítica Infeliz ao Molinismo

Esses dias vi o artigo original – uma crítica completamente malfeita e cheia daquela retórica nojenta: `ui, você é eréji! renega a soberania de Deus com esse tal de moli-sei-lá-o-que!’ e essa pentelhação bastante sui generis…

Mas o mais divertido foi ver uma refutação muito polida e bem-escrita. Prefiro então repassar a pequena gema, e no futuro fazer algo mais decente em prol do molinismo.

Continue lendo “Traduções Crédulas: Uma Crítica Infeliz ao Molinismo”

Anúncios

Traduções Crédulas: Pregue Reprovação e Pregue Firme!

Desde priscas eras, muitos calvinistas se preocupam em pregar a mensagem da reprovação incondicional. Mas por que ela não deveria ser mais pregada que o habitual?

Continue lendo “Traduções Crédulas: Pregue Reprovação e Pregue Firme!”

Traduções Crédulas: Como a Glória de Deus Pode Ser Diminuída no Calvinismo?

É, uma pergunta interessante. Como numa teologia determinista, as coisas podem ser piores ou melhores do que são? Se nada é diferente, por que a comparação? Por que, por exemplo, reclamar que nossa ‘conduta’ e ‘escolhas’ diminuem a glória de Deus, se Deus decide unilateralmente como aumentar Sua glória?

Este é o assunto deste post: uma auto-contradição.

Continue lendo “Traduções Crédulas: Como a Glória de Deus Pode Ser Diminuída no Calvinismo?”

Traduções Crédulas: Respondendo as “Quatro Questões Irrespondíveis” de Greg Elmquist

Parece que este povo realmente não evolui muito. Desde 2007, a mesma erística, os mesmos truquinhos, as mesmas acusações, o mesmo raciocínio raso… Eis aqui um post no qual J.C. Thibodaux responde a algumas acusações bem antigas e repetitivas. Enfim, avaliem vocês mesmos.

Continue lendo “Traduções Crédulas: Respondendo as “Quatro Questões Irrespondíveis” de Greg Elmquist”

Traduções Crédulas: Quem Tem Teto de Vidro Não Atira Tijolos No Vizinho

Um post rápido que me interessou, acerca de alguns vícios do apologista reformado James White. Aqui, Ben Henshaw aponta uma pequena inconsistência em White, na qual ele condena Dave Hunt por compará-lo a um católico, e depois compara um arminiano a um católico!

Sem comentários…

Continue lendo “Traduções Crédulas: Quem Tem Teto de Vidro Não Atira Tijolos No Vizinho”

Traduções Crédulas: Godismyjudge sobre Mateus 23:37

Pois bem, resolvi traduzir algumas das minhas fontes sobre este trecho bíblico – o mais estuprado (e sim, usei essa palavra) – o mais violentado da Escritura nos últimos tempos. Esta foi posterior ao meu antigo comentário, e contém muitas adições – até citações de apócrifos!

É, sempre bom ter algumas fontes de informação mais completas nesses momentos!

Continue lendo “Traduções Crédulas: Godismyjudge sobre Mateus 23:37”

Traduções Crédulas: Há Duas Vontades em Deus?

Bem, primeiro algumas breves mudanças. Este blog servirá definitivamente para postar traduções de artigos exclusivamente sobre teologia, especificamente soteriologia arminiana/molinista. Quanto à parte mais autoral, preferi transferir para o novo blog, Deforming Blindness. Isto inclui a recém-inaugurada seção de perguntas e respostas (que ainda está intacta, com um breve diálogo sobre Cornélio e depravação total :)).

Agora, o texto. Bem, este é o infame argumento do ‘deus doublethinker’, ou da esquizofrenia divina. Dado que todo calvinista (quase sem exceção) usa um argumento semelhante – e me contam as más línguas que isto remonta a Calvino -, é bastante comum ficar confuso com coisas como ‘Deus ordena aquilo que Ele não gosta’ ou coisas do gênero ‘vontade permissiva’, ‘vontade decretiva’ e as coisas todas. Resolvi traduzi e postar esta crítica de William Birch a um artigo de J. Piper sobre as duas vontades contraditórias.

Leiam e reflitam!

Continue lendo “Traduções Crédulas: Há Duas Vontades em Deus?”

Traduções Crédulas: Duplipensar de um Duplo Predestinista

Sabe quando você tem um momento do tipo ‘eu estou mesmo lendo isso?’ enquanto lê um texto? Pois bem, é esta uma característica interessante de certos pregadores calvinistas. Suas falas vão diametralmente contra suas próprias crenças. Isso vai desde acusar adversários de circularidade epistêmica quando não percebe-se que o próprio a comete, até usar vocábulos contingentes em um evento inevitável.

Bem, leiam e divirtam-se com John Piper e seu dupli-pensar (e com esta crítica de Joshua Thibodaux). Continue lendo “Traduções Crédulas: Duplipensar de um Duplo Predestinista”

Traduções Crédulas: Erwin Lutzer Oferece Falsa Esperança a Pais Calvinistas?

Em minha opinião, um dos pontos menos debatidos no calvinismo TULIP é o último, a perseverança dos santos. Neste post, Ben Henshaw faz um comentário acerca de algo semelhante: a segurança de que os filhos de uma família calvinista serão ou não eleitos de Deus.

Continue lendo “Traduções Crédulas: Erwin Lutzer Oferece Falsa Esperança a Pais Calvinistas?”