Traduções Crédulas: Exegetando Romanos 3:10-18

Padrão

Alguém ainda lembra do artigo Romanos 3:10-18: uma midrash? Pois bem, encarem este como um complemento. Eu tomei a liberdade de modificar as citações, pois algumas vezes é melhor ter um trecho completo em vez de apenas um verso solto.

Boa leitura!

Continuar lendo

Anúncios

Traduções Crédulas: Há Duas Vontades em Deus?

Padrão

Bem, primeiro algumas breves mudanças. Este blog servirá definitivamente para postar traduções de artigos exclusivamente sobre teologia, especificamente soteriologia arminiana/molinista. Quanto à parte mais autoral, preferi transferir para o novo blog, Deforming Blindness. Isto inclui a recém-inaugurada seção de perguntas e respostas (que ainda está intacta, com um breve diálogo sobre Cornélio e depravação total :)).

Agora, o texto. Bem, este é o infame argumento do ‘deus doublethinker’, ou da esquizofrenia divina. Dado que todo calvinista (quase sem exceção) usa um argumento semelhante – e me contam as más línguas que isto remonta a Calvino -, é bastante comum ficar confuso com coisas como ‘Deus ordena aquilo que Ele não gosta’ ou coisas do gênero ‘vontade permissiva’, ‘vontade decretiva’ e as coisas todas. Resolvi traduzi e postar esta crítica de William Birch a um artigo de J. Piper sobre as duas vontades contraditórias.

Leiam e reflitam!

Continuar lendo

Traduções Crédulas: Deus Ama Aqueles que Ele Não Elegeu Incondicionalmente Para Salvar?

Padrão

Certa feita, estive a discutir qual seria a pedra fundamental do arminianismo. Arminius declarava que sua teologia é uma teologia de graça, poi Deus não eleva Sua glória acima de do amor para com as Suas criaturas.

Eis aí uma possível resposta: o caráter de Deus como revelado na Escritura (algo que esta tradução chegou a comentar), em vez de um decreto secreto de eleição incondicional.

Pois este post dá uma pequena luz neste quesito, respondendo a pergunta: Deus um dia amou os ‘reprovados’?

Continuar lendo