Traduções Crédulas: O Problema Com o Casamento

Padrão

Pois é, vou colocar algumas polêmicas contemporâneas por aqui, só para variar um pouco… E também para não matar o blog de inanição! Um post, em uma perspectiva cristã, sobre a greve de casamento.

O problema com o casamento

O plano de Deus para o casamento é bastante simples. Esposas devem ser submissas a seus maridos, e marids devem amar suas esposas:

[22] Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos próprios maridos, assim como ao Senhor;
[23] Porque o marido é o cabeça da mulher, assim como também Cristo é o cabeça da Igreja; e ele é o salvador do corpo.
[24] E assim como a Igreja está sujeita a Cristo, assim estejam também as mulheres a seus próprios maridos em tudo.
[25] Vós, maridos, amai as vossas próprias mulheres, assim como também Cristo amou a sua Igreja, e entregou a si mesmo por ela;{Ef 5:22-25 AR}

Note quão claro é isto. Maridos devem amar suas esposas ao ponto de deliberadamente morrerem por elas. Esposas, por sua vez, devem se submeter a seus maridos em tudo. Assim como a igreja submete-se a Cristo e o obedece perfeitamente, da mesma forma esposas devem se submeter aos seus maridos e obedecê-los completamente. Não existe nada do tipo “submissão mútua”. Cristo nunca se submeteu à igreja e fez o que ela quis; em vez disso, a igreja sempre se submeteu a Cristo. A igreja não está sob encargo; Cristo está. Da mesma forma, a esposa não está sob encargo; em vez disso Deus requer que ela se submeta a seu marido em tudo e o obedeça.

Segundo, esposa e marido não devem negar sexo um ao outro:

  [1] E sobre as coisas que me escrevestes, bom é para o homem não tocar mulher.
  [2] Mas por causa dos pecados sexuais, tenha cada um sua própria mulher, e cada uma tenha seu próprio marido.
  [3] Que o marido satisfaça sua mulher como devido, e semelhantemente a mulher ao marido.
  [4] A mulher não tem poder sobre seu próprio corpo, mas sim o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre seu próprio corpo, mas sim a mulher.
  [5] Não vos priveis um ao outro, a não ser por consentimento de ambos por algum tempo, para que vos ocupeis com jejum, e para a oração; e voltai-vos outra vez a se juntarem, para que Satanás não vos tente, por causa de vossa falta de domínio próprio.{1Co 7:1-5 AR}

A Escritura não poderia de fato ser mais clara. A Bíblia vai ainda mais longe ao dizer que negar sexo ao seu parceiro é um ato de fraude. É um pecado.

É claro, isto acaba sendo algo bem comum. Esposas amam negar sexo aos maridos, e esposas amam mandar em seus maridos. Esposas simplesmente não querem se submeter a seus maridos. Elas realmente não se importam com o que a Bíblia tem a dizer. Mulheres cristãs de fato formaram grupos para permanecer e dizer “Vamos nos rebelar contra a palavra de Deus. Jamais obedeceremos a vontade de Deus para nossas vidas. Não temos intenção de seguir o plano de Deus para o casamento”.

Incidentalmente, é por isto que eu penso que poucas das mulheres modernas entrarão no Céu. Nenhum verdadeiro cristão pode sequer olhar Deus no olho e dizer “eu absolutamente me recuso a obedecer-Te. Eu sei o que Tu queres que eu faça e eu jamais o farei enquanto viver. Seus comandos nada significam para mim. Eu vou fazer seja lá o que eu quiser, e você pode simplesmente morrer que nem me importo”. Isto é rebelião maligna, não obediência cristã. Ninguém que definitivamente despreza a palavra de Deus entrará no Céu. Se você despreza a palavra de Deus então você despreza Deus, e todos os que desprezam Deus queimarão eternamente no inferno. Aqueles que amam Deus obedecerão Deus (assim como o próprio Jesus disse repetidamente). Portanto, aqueles que gastam suas vidas deliberada e reconhecidamente desobedecendo Deus — e fazendo isto com grande orgulho — não são cristãs. Ponto. O livro de 1João deixa isto bastante claro.

Mas estou saindo do assunto. A razão pela qual casamento é insustentável hoje em dia é porque mulheres se rebelaram e rejeitaram o projeto de Deus para o casamento. Agora, se um empregado de uma companhia se torna rebelde e se recusa a fazer seu trabalho então é possível demiti-lo (dado que ele não seja empregado do governo ou parte de uma união, mas isto já é outro assunto). Você não tem que tolerar sua crassa desobediência. Se ele não está fazendo seu trabalho você pode se livrar dele e trocá-lo por outro alguém. Da mesma forma, se você entra em um contrato com alguém e este alguém não vive de acordo com seus termos então você pode levá-la à corte e processá-la. Você tem uma forma de fazer valer seus direitos. Você pode tomar uma ação contra a parte culpada.

O grande problema do casamento hoje em dia é que não existe forma de o homem fazer valer seus direitos, Se suas esposas se tornarem psicopatas não há nada que eles possam fazer contra isto. As mulheres detêm todo o poder, e elas bem sabem disso. Sua esposa está te negando sexo? Que pena. A igreja não irá te ajudar. O estado não irá te ajudar. Não há nada que você possa fazer quanto a isso.

De fato, sua esposa de fato tem total poder sobre você, se ela escolher exercê-lo. Tudo que ela tem que fazer é chamar a polícia e dizer que você está a maltratando, e a polícia virá e te colocará na prisão. Ela não precisa ter prova nenhuma. Ela pode te colocar em prisão a qualquer momento, e você não pode fazer nada quanto a isso. Ela pode até mesmo chamar a polícia e te tirar da casa, e então colocar seu amante para morar com ela. Como marido você não tem nenhum direito afinal. Você vive sob a misericórdia de sua esposa.

Claro, você pode se divorciar dela. Se você o fizer, porém, eu espero que esteja disposto a perder um bom lote de suas possessões. Se você tem crianças, a esposa irá tirar obter custódia delas (acontece em uns 80% de todos os divórcios). Você terá que pagar às crianças seu suporte infantil, mesmo que ela tenha destruído o casamento tendo um caso extraconjugal, ou morando com o amante e engravidando. Ela pode te forçar a pagar o dinheiro dela por muitos anos, e o estado te colocará em prisão se você parar de pagar. Perdeu seu emprego? Que pena — se você não pagá-la, vai para detrás das grades.

É por isto que o casamento é definitivamente impraticável hoje em dia, e é por isto que ninguém deveria se casar. Homens hoje em dia são escravos de suas esposas. Eles não têm mais direitos. A qualquer momento suas esposas podem colocá-los na prisão, ou tirar suas crianças deles, ou arruinar sua vida, e os homens têm apenas que suportar isto.

O plano de Deus para o casamento é maravilhoso, mas você nunca o experimentará. Mulheres sabem quanto poder elas têm sobre seus maridos, e elas estão a usá-lo. Elas sabem que têm suporte de todas as outras mulheres, e o suporte de igrejas corruptas, e o suporte do estado. Elas sabem que vocês estão debaixo o poder delas, e que vocês têm de dançar conforme a música delas ou elas destruirão completamente sua vida. A única maneira de vender é deixando-as vencer.

Você pode até pensar “mas minha esposa não é assim”. Certamente, ela pode não ser assim agora, mas o que você vai fazer se ela mudar de conduta? Você não tem direito nenhum. Você não pode processá-la por adultério. Você não pode manter seus filhos se ela decidir tomá-los de ti. Se ela acorda um dia e decide te expulsar de casa, ou te colocar na prisão, não há muito que você possa fazer. Seu casamento só durará até ela decidir que não está mais interessada, e então acabou.

Assim, eu repito: não se case. Ponto. O sistema legal e religioso de nossos dias tornou o casamento completamente insustentável. Se casar é uma decisão incrivelmente ruim. Eu noto que a Bíblia recomenda casar-se se você sofre com tentação sexual, mas isto estava em conjunto com a ideia de que uma mulher de fato se submeteria a seu marido. Adivinha só: sua esposa não se submeterá a você. Ela não fará sexo com você. Ela te dominará e fará sua vida miserável, e você será incapaz de impedi-la. As probabilidades de você ter um casamento feliz e bíblico casamento são quase as mesmas de ganhar na loteria.

Não dê chance ao azar. Não seja idiota.

META

Um comentário sobre “Traduções Crédulas: O Problema Com o Casamento

  1. Assunto polêmico, sem dúvida.

    John Knox escreveu um tratado “Against the Monstruous Regiment of Women” e teve problemas, e isso há quase 500 anos, imagine hoje.

    Em suas palavras:

    “Tenho por certo que Deus revelou a alguns em nossa era que é uma aberração a mulher reinar ou ter qualquer domínio sobre o homem. E ainda assim há silêncio, como se com isso Deus não fosse ofendido. O homem natural, inimigo de Deus, achará, tenho certeza, vários motivos para justificar seu silêncio.”

    Os motivos que ele cita como sendo as desculpas do homem natural para justificar seu silêncio se resumem ao medo. Medo do que o ofendido pode fazer. No tempo dele, a rainha, no nosso, “as rainhas”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s