Traduções Crédulas: Quem Tem Teto de Vidro Não Atira Tijolos No Vizinho

Padrão

Um post rápido que me interessou, acerca de alguns vícios do apologista reformado James White. Aqui, Ben Henshaw aponta uma pequena inconsistência em White, na qual ele condena Dave Hunt por compará-lo a um católico, e depois compara um arminiano a um católico!

Sem comentários…

Quem Tem Teto de Vidro Não Atira Tijolos No Vizinho

por kangaroodort on ArminianPerspectives
Tradução: credulo from this wordpress blog

Gostaria de dar algumas opiniões nas seguintes duas citações de James White. A primeira vem de seu debate com Dave Hunt e a segunda de seu website. Talvez eu esteja errado, mas detectei um pouquinho de inconsistência aqui. Me parece que ele está bastante confortável em usar virtualmente a mesma tática que ele censura Dave Hunt em Debating Calvinism.

Estou lendo errado? Sei que Sr. White geralmente se utiliza de distorção então estou sendo bem cauteloso aqui. É por isso que estou perguntando o que você acha.

Eis Sr. White sobre Dave Hunt comparando calvinistas a católicos romanos via Agostinho:

A inteira apresentação de Hunt é uma tebntativa de envenenar o poço mediante fraca argumentação. Ele está dizendo:

  1. Agostinho era católico romano
  2. Calvino cita fortemente de Agostinho e o respeita
  3. Portanto o calvinismo é suspeito de associação com o catolicismo mediante Agostinho.

    (Debating Calvinism, pg. 244)

Abaixo um post do Alpha and Omega com algumas observações minhas concernentes os comentários de White:

The Arminian 01/05/2004 – James White

Um jovem rapaz que tenho visto bastante ultimamente (tem algo a ver com minha adorável filha, creio eu) me mostrou um periódico de nome “The Arminian”. Primeiro fiquei admirado que ainda existam pessoas largadas no planeta terra que de bom grado, de boa vontade, sem uma palavra de admoestação, aceitam este nome para si.

Sr. White realmente se sente assim? Ele de fato pensa ser incrível que existam pessoas que ainda se chamem a si mesmas arminianas hoje em dia?

Mas o que foi bem mais interessante foi o fato de que havia um artigo nela de Steve Witzki excrito contra a “segurança eterna”. Vocẽ pode ver o artigo aqui [http://www.fwponline.cc/v21n1/v21n1witzki.html]. Bem no início você verá o autor citando James Akin, apologista da equipe do Catholic Answers, das notas do debate que ele postou em seu website de nosso debate via rádio há muitos anos atrás. Este é o mesmo debate em que Akin identificou erroneamente vários elementos da linguagem grega, como documentamos em um broadcast anterior do Dividing Line.

Note como James White não diz nada acerca do argumento que Steve Witzki estava fazendo acerca da total falta de precedente histórico para o entendimento calvinista de perseverança. Ele não nega que Calvino inventou uma que era desconhecida antes do próprio Calvino. Em vez disso ele tenta minar a credibilidade de Akin ao apontar que ele cometeu alguns erros com a gramática grega.

O que é tão estranho é que um escritor arminiano aparentemente não tem problema em tomar emprestado de um católico romano quando ele está argumentando que a história da igreja se situa oposta a uma crença na perfeição da obra de Cristo.

A razão pela qual Steve Witzki referencia James Akin é porque Akin fez pesquisa considerável olhando para a origem da doutrina. Esta pesquisa incluía chamar numerosos seminários calvinistas e falando com professores calvinistas perguntando-lhes se qualquer um ensinou esta doutrina antes de Calvino. A resposta sempre foi “Não”. Este é o ponto que Sr. White deveria abordar em seu artigo, e não o assunto de qualquer tropeço da parte de Akin acerca da linguagem grega. Oh, e a propósito, a crença em perseverança de uma perspectiva sinergista não é de forma alguma análoga à oposição de “uma crença na perfeição da obra de Cristo”.

Claro, o autor igualmente seguiria os argumentos históricos de Akin em tais tópicos como a Missa, o purgatório ou os dogmas marianos? Pensamos que não.

Oh que bom, então Sr. White dá a Sr. Witzki algum creditozinho…

Mas para todos os que ficaram chateados quando apontei a confluência do arminianismo e do catolicismo romano (baseado na centralidade do sinergismo para ambos os sistemas), favor pegar sua queixa com Sr. Witzki.

E qual é exatamente o ponto acerca disso? Não seria pôr em dúvida o arminianismo ao apontar como ele é semelhante ao catolicismo? Importa que arminianismo e catolicismo têm visões sinergísticas semelhantes da salvação? Importa que James White concorde com católicos romanos na doutrina da Trindade? talvez ele diga que a crença na Trindade predate a Católica Romana, e ele estaria bem correto acerca disso. É justamente tão verdadeiro que a crença no sinergismo predate a Católica também, o que era um dos pontos de Witzki. O que não predata a Católica ou João Calvino é o entendimento calvinista de perseverança, e este foi o principal ponto de Steve Witzki e Jimmy Akin. Então exatamente o que aprendemos de Sr. White? Alguém pode explicar por favor?

Que tal isto:

  1. James Atkins é católico romano.
  2. O arminiano Steve Witzi citou James Akin.
  3. Portanto, o arminianismo é suspeito de associação com o catolicismo mediante James Akin.

Parece familiar?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s