Traduções Crédulas: A Ordem da Fé e Eleição no Evangelho de João: Vós não credes pois não sois das minhas ovelhas – I.D

Padrão

D. Plano do Presente Ensaio

Neste ensaio oferecerei uma análise mais direta e (espero) satisfatória das condições suficientes para vir à fé que são apresentadas por Jesus no Evangelho de João. Esta análise produzirá conclusões que apoiam totalmente o entendimento arminiano da interação homem-Deus na salvação, enquanto ao mesmo tempo reconhecendo as relações lógicas implicadas nas afirmações de Jesus das várias condições suficientes para fé (p.ex. ser de Deus é logicamente anterior ao exercício da fé em Cristo, não o contrário). É minha crença que as análises anteriores – tanto calvinistas quanto arminianas – das assertivas de Jesus no Evangelho de João falharam em dar atenção adequada ao contexto judaico no qual estas afirmações foram articuladas, e consequentemente forçaram as palavras de Jesus a se encaixarem em uma categoria teológica tardia e inadequada.

O pivô do meu argumento será que o conjunto de indivíduos que são ditos por Jesus como sendo de Deus, ovelhas de Cristo, ouvindo e aprendendo do Pai, e dados pelo Pai ao Filho, se referem não a um conjunto peremptoriamente determinado de pessoas eleitas como concebido na visão reformada calvinista, mas em vez disso primariamente aos filhos fiéis de Abraão que eram os filhos de Deus debaixo da aliança como revelada no Antigo Testamento, e que já estavam dantes preparadas para sua fé e arrependimento voluntários para abraçar o Messias prometido no tempo de sua tão esperada aparição à nação de Israel. Estes incluem os que Deus já preparara para arrependimento debaixo do ministério de João o Batista, que apontava para “preparar o caminho do Senhor” (Isaías 40:3; Mateus 3:3). Em um sentido secundário, o conjunto daqueles que são do Pai também inclui gentios tementes a Deus (p.ex. Cornelius, Atos 10:2), os quais foram receptivos à graça preveniente de Deus levando-os ao arrependimento e que o Pai agora os levava à fé em Cristo (João 10:16,11:52).

Na Parte II deste ensaio explorarei a evidência para o entendimento acima das condições suficientes para fé em Cristo apresentadas no Evangelho de João, evidência que eu creio ser extensiva e convincente. Começarei a seção A da Parte II com algumas considerações preliminares das passagens em questão a partir de seu contexto imediato no Evangelho de João, e então mover para a Seção B em um exame do contexto do Antigo Testamento que permeia os conceitos-chave usados por Jesus ao emoldurar as condições suficientes para vir à fé nEle. Na Seção C, considerarei como a transição entre o Antigo e Novo Testamentos deve figurar em uma interpretação apropriada das palavras de Jesus. A seguir, na Seção D, reconsiderarei em mais detalhes as características presentes no Evangelho de João daqueles que vêm à fé em Cristo, identificando aquelas características com a resposta humana à dispensação divina da graça preveniente. Na Seção E, reexaminarei a questão de o que significa ser dado pelo Pai ao Filho (como em 6:37), trazendo desta discussão uma percepção teológica importante na natureza da graça preveniente. Finalmente, na Seção F, abordarei a relevância destes conclusões para o relacionamento de Deus com os gentios, antes de sumarizar meus argumentos na Seção G.

Na última parte deste ensaio, Parte III, brevemente considerarei alguns das outras mais importantes passagens do Evangelho de João que têm sido indicadas por calvinistas em apoio à visão reformada calvinista de eleição e salvação. Concluirei que em nenhum destes casos a proposta evidência para o calvinismo é convincente. Finalmente na Parte IV eu brevemente sumarizarei e concluirei todo o ensaio.

Anúncios

Um comentário sobre “Traduções Crédulas: A Ordem da Fé e Eleição no Evangelho de João: Vós não credes pois não sois das minhas ovelhas – I.D

  1. Pingback: Traduções Crédulas: Evangelho de João por Robert Hamilton (INDEX) « credulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s