Traduções Crédulas: Oração Calvinista (e muitas outras coisas) Explicada

Padrão

Este é um post aleatório sobre determinismo. Na verdade é uma tradução de um comentário de Ben Henshaw acerca da irracionalidade contida no determinismo.

Oração Calvinista (e muitas outras coisas) Explicada

por kangaroodort from ArminianPerspectives
Tradução: Credulo from this WordPress Blog

Aplicação 2: Deus ordena os meios bem como os fins. Deus é o Autor. Esta é sua história. Nós somos seus personagens. Portanto, Seja um personagem fiel na história de Deus.*

Tomado de um sermão de Joe Rigney defendendo o propósito da oração em um mundo exaustivamente pré-determinado por um eterno decreto divino [você pode encontrar um link para ele aqui].

Interessante ele nos chamar a “sermos personagens fiéis na história de Deus” como se tivéssemos qualquer escolha acerca de que tipo de personagem teríamos ou seríamos na “história de Deus”. Oh, espera, eu aposto que ele dizendo “Seja um personagem fiel na história de Deus” é o “meio” ordenado pra causar aqueles que Deus ordenou serem “personagens fiéis” a serem “personagens fiéis”. Mas e quanto àqueles que Deus ordenou serem infiéis? Esta mensagem não é para eles? Se não, não deveria ser deixado isso claro? Se sim, como pode ele chamar aqueles que Deus ordenou serem infiéis a “serem fiéis” baseado, talvez, no fato que esta é a história de Deus e Ele é o autor e nós devemos “Portanto [???] Ser um personagens fiéis da história de Deus”? Se Deus escreveu que eles seriam infiéis, então quem é ele para falar a eles para agirem ou “serem” contrários ao que o autor escreveu parq ue agissem ou “fossem”?

Ahhh, mas Deus ordenou a ele dizer tais coisas aparentemente sem sentido porque é como Deus escreveu para ele dizer. E quando eu oro para que Deus ajude as pessoas a ver os absurdos de calvinismo e o rejeitem, por que Deus deveria escrever para que eu ore tais coisas? Estou muito confuso. Mas ei, Deus escreveu que eu ficasse confuso. Ele ordenou minha confusão desde a eternidade de tal forma que eu não poderia possivelmente não estar confuso. Ele escreveu esta confusão para mim. De fato, Deus escreveu toda a confusão neste mundo e todas as opiniões contraditórias e todos os debates entre cristãos em assuntos como este (apesar de a Escritura dizer que Deus não é autor de confusão, o que é ainda mais confuso desde que Deus autorou que Ele não é autor de confusão e também autorou confusão de todos os gêneros). Ele autorou cada um de nossos pensamentos, desejos, e ações, sejam elas santas ou malignas. Ele ordenou nossos maus pensamentos bem como o desejo por detrás do mau pensamento, bem como quaisquer outros “meios” para nossos maus pensamentos.

Sem dúvida alguns calvinistas terão algo a dizer sobre isto e ficarão com raiva de mim, bem como Deus autorou eles a fazer. Mas eu espero que Deus autorará a eles que relembrem que Ele autorou a mim dizer tudo isso e encontrar oração calvinista e explicações de oração calvinista, como esta, sejam absurdas e auto-refutáveis. E eu não posso ajudar mas questiono por que Deus caausaria um de Seus filhos rejeitar o calvinismo e rejeitar explicações como aquela de seu bom pastor como absurdas. Por que Deus não escreveu para mim o entender o calvinismo e adotá-lo se ele é verdadeiro e é a forma mais pura de cristianismo? Sem dúvida calvinistas questionam tais coisas. Talvez seja por isso que eles podem tão facilmente tomar o passo de que não-calvinistas são provavelmente não-regenerados ou no máximo sub-cristãos. Mas então novamente, Deus escreveu a eles para pensar tais coisas do mesmo modo que Ele escreveu para que eu pense que o calvinismo não é bíblico. Talvez eu deva apenas dizer “Deus ordena os meios bem como os fins” e deixar por isso mesmo. Yeah, isto deve responder as coisas bem o bastante.
__________________________________________________

Na seção de comentários do post de Justin Taylor, “Arminian” dá a seguinte resposta apropriada: “Enquanto Deus conhecer tudo é consistente com a oração, Deus planejar tudo no sentido calvinista de decretar incondicionalmente não o é. O calvinismo não pode abordar sobre o retrato bíblico da oração como uma causa das respostas de Deus para o que ora porque ele mantém que Deus incondicionalmente decide tudo o que ele quer que aconteça e então irresistivelmente causa isso a ocorrer, incluindo a oração que supostamente causou-lhe a responder a isto com a ação que concede o pedido. Seria como dizer que colocar um fantoche de meia em sua mão e fazer o fantoche perguntar a você para fazer algo, que o pedido feito pelo fantoche é a causa de você fazer o que você fez com que o boneco de meia te perguntou para fazer”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s