Traduções Crédulas: Wesley sobre Atos 13:48

Padrão

Mais um texto-prova da eleição incondicional, comentado por John Wesley e Dan Chapa. Sim, um blogueiro deste século e um reverendo do século passado! Um comentário relativamente simples de Wesley, com alguns acréscimos acerca de gramática grega (coisa na qual definitivamente não sou chegado…)

Boa Leitura!

Wesley sobre Atos 13:48

por Godismyjudge from ArminianChronicles
Tradução: Credulo from this WordPress Blog

Inicialmente, eu não era um grande fã da interpretação de Wesley em Atos 13:48, mas mais tarde eu vim a admirar sua simplicidade. Wesley não entra em detalhes técnicos acerca de voz passiva VS voz média, disputas acerca de traduzir tasso como ordenar VS dispor ou discussões acerca dos significados reflexivos com e sem o pronome reflexivo. Ele é direto e ao ponto. Eis a passagem e os comentários de Wesley:

E no sábado seguinte ajuntou-se quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus. Mas os Judeus, ao verem as multidões, ficaram cheios de inveja, e falavam contrariamente ao que Paulo dizia, falando contrariamente e blasfemando. Mas Paulo e Barnabé, usando de ousadia, disseram: Era necessário que a palavra de Deus fosse primeiro falada a vós; mas já que a rejeitais, e não vos julgais dignos da vida eterna, eis que nós nos viramos [em direção] aos gentios. Porque assim o Senhor nos mandou, dizendo: Eu te pus como luz para os gentios, para que tu sejas como salvação até às extremidades da terra. E os gentios, tendo ouvido isto, alegraram-se, e glorificavam ao Senhor; e creram todos quantos estavam determinados para a vida eterna. {Atos 13:44-48 BLIVRE}

Tantos quantos foram determinados para a vida eterna – São Lucas não diz pré-determinado. Ele não fala do que foi feito na eternidade, mas do que foi então feito, mediante a pregação do Evangelho. Ele está descrevendo tal determinação, e ela apenas, que era o momento de ouvi-la. Durante este sermão aqueles creram, diz o apóstolo, ao que Deus então deu o poder de crer. É como se ele tivesse dito, “Eles creram, seus corações o Senhor abriu”; como ele expressa em um lugar claramente paralelo, falando do mesmo tipo de ordenação, Atos 16:14, &c. É observável, a palavra original não é usada na Escritura para expressar predestinação eterna de nenhum tipo. Em suma, todos aqueles e aqueles apenas, que foram agora determinados, agora creram. Nem Deus rejeitou o restante: foi sua vontade que eles também deveriam ser salvos; mas eles recusaram a salvação para si mesmos. Nem foram eles que creram obrigados a crer. Mas graça foi então copiosamente oferecida a eles. E eles não a rejeitaram, então uma grande multidão mesmo de gentios foi convertida. Numa palavra, a expressão propriamente implica uma presente operação da graça divina operando fé nos ouvintes. (LINK)

Calvinistas entendem esta passagem como a predestinação de Deus desde a eternidade, arminianos entendem-na como a graça preveniente divina no tempo. Wesley rápida e claramente traz as três melhores razões favorecendo a visão arminiana:

  1. A palavra original [tasso] não é usada na Escritura para expressar predestinação eterna de qualquer espécie – Tasso seria uma palavra incomum para transmitir predestinação. Προορίζω (proorizo) seria mais comum. De fato, este seria o único uso de tasso neste sentido fora dos oito usos no Novo Testamento e dos sessenta e cinco usos do Antigo Testamento (usando a Septuaginta). Ademais, tasso está no mais-que-perfeito, o que seria um tempo verbal estranho para predestinação; esperaríamos algo mais definitivo, como um aoristo ou tempo perfeito para predestinação.
  2. Ele não fala do que foi feito desde a eternidade, mas do que foi feito, mediante a pregação do Evangelho – em grego, quando você junta um particípio perfeito com um verbo ‘ser’ imperfeito, você obtém um mais-que-perfeito perifrástico. Neste verso, ησαν é um verbo imperfeito e τεταγμενοι é particípio perfeito, então temos um mais-que-perfeito. Os tempos para os mais-que-perfeitos são derivados dos contextos. Os gentios foram ordenados para a vida eterna quando ouviram o Evangelho e receberam-no com alegria. ‘Eternidade passada’ não é o contexto e parece ser mais como um à-parte, fora da narrativa histórica, o que é um problema para calvinistas desde que mais-que-perfeitos derivam seus tempos das narrativas.
  3. Não que Deus rejeitou o resto: foi sua vontade que eles também devessem ser salvos: mas eles rejeitaram a salvação. – versos 48 e 46 são paralelos entre si. “E os gentios, tendo ouvido isto, alegraram-se, e glorificavam ao Senhor; e creram todos quantos estavam determinados para a vida eterna” do verso 48 corresponde ao verso 46 “mas já que a rejeitais, e não vos julgais dignos da vida eterna”. A interpretação calvinista é assimétrica enquanto a arminiana é simétrica.

Finalmente, Wesley antecipa e captura uma objeção. E se os calvinistas recuarem da posição de que a passagem ensina predestinação, mas em vez disso dizer que a passagem ensina graça irresistível? A passagem ensina que Deus faz algo antes do crer que necessita o crer? Wesley replica: Nem foram eles que creram obrigados a crer. Mas graça foi então copiosamente oferecida a eles. E eles não a rejeitaram, então uma grande multidão mesmo de gentios foi convertida. Numa palavra, a expressão propriamente implica uma presente operação da graça divina operando fé nos ouvintes. A ideia é que apesar de a habilitação ser um elemento chave da graça preveniente, graça preveniente não para aí. Graça preveniente nos leva através da conversão, enquanto não resistirmos. Exatamente antes da fé, podemos escolher resistir, mas se o fizerem cairão fora do número daqueles determinados para vida eterna. Porém, se eles não resistem, a graça de Deus os guiará (Jo 6:45, 7:17).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s