Tradução de Páscoa: O Significado da Ressurreição de Jesus o Cristo

Padrão

Como hoje é Semana Santa, resolvi postar algo acerca da ressurreição de Jesus. Achei algo bem interessante. Enquanto falta criatividade para eu colocar o meu, fiquem com essa tradução, para refletir!

O Significado da Ressurreição de Jesus o Cristo

por Eric Landstrom
Tradução: Credulo from this WordPress Blog

Enquanto eu repousava no meu escritório esta Sexta-Feira Santa, o dia exato do ano que nós lembramos como o dia em que nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo realizou expiação pelos pecados do mundo mediante sua crucifixão, fico a contemplar o que a Bíblia e a história oferecem para nos ensinar acerca do significado do Domingo de Páscoa, do significado da ressurreição se nós tomarmos o cuidado de parar e ouvir. Apesar de já anunciada desde o Jardim[1] que Nosso Senhor providenciaria um Salvador, Hebreus 11:17-19 nos oferece um comentário de Gênesis 22 onde são recontadas as narrativas de como Abraão ofereceu seu único filho Isaque para Deus como um sacrifício de sangue. Apesar de o Senhor ter impedido a mão de Abraão, a crença de aAbraão de que o Senhor levantaria Isaque (Hb 11:19) prenuncia a ressurreição histórica de Jesus Cristo, que, como Isaque diante de seu pai Abraão, também foi obediente ao Pai por nós todos em Sua morte (Fp 2:8).

O proeminente teólogo metodista Tom Oden desmonta a expectativa judaica da ressurreição no fim dos tempos e portanto a significância que a ressurreição tinha para os discípulos de Jesus Cristo, escrevendo:

O Novo Testamento ensinou que uma ressurreição geral dos justos e injustos era esperada. A conexão vital entre a ressurreição geral e a de Cristo é fortemente apontada por Paulo: E se não há ressurreição dos mortos, [então] Cristo não ressuscitou. {1Coríntios 15:13 BLIVRE}

Os judeus do primeiro século comumente conheciam que a ressurreição geral significa o fim da história humana. Ressureição é um evento que ocorrre ao final da história. Ressurreição é o final da história.

Então se a ressurreição toma lugar no meio da história, então já estamos no final. Na ressurreição de Jesus, os observadores imediatamente reconheceram este evento como os primeiros frutos da ressurreição geral (1Co 15:20, Cl 1:18) e portanto foi dado um vislumbre do fim e portanto do significado da história humana. Portanto eles tinham recebido a revelação final da história do mundo, que fala do fim no seu meio. Então a ressurreição significaria que o final dos tempos havia começado.

O ministério terreno de Jesus compartilhava o foco apocalíptico até o fim, proclamando: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus. {Mateus 3:2 BLIVRE} (Conf. Mt 4:17; Mt 10:7; Mt 12:28; Mc 1:14; Mc 1:15; Mc 9:1; Mc 14:25; Lc 4:43; Lc 8:1; Lc 8:10; Lc 9:2; Lc 9:11; Lc 9:27; Lc 9:60; Lc 10:9; Lc 10:11; Lc 11:20; Lc 16:16; Lc 17:21; Lc 21:30-31; Lc 22:16).

Quando Jesus se levantou dos mortos, Ele confirmou o que havia antecipado em sua proclamação. Então nEle o fim ocorreu em um certo sentido “à frente do tempo” como um anúncio da era que vinha, como se o fim da história humana já estivesse posto por presente ou recebido. Portanto quando os discípulos contemplaram o Senhor ressurreto eles entenderam que estavam de fato situados no fim dos tempos, nos últimos dias, na ressurreição geral. Este reconhecimento não foi um processo gradual, mas foi completamente formado no instante do encontro do Senhor ressurreto (ref. Thomas Oden, 2001, The Word of Life, pp. 457, 458, 459, 460-61).

Nesta perspectiva abrangente, a ressurreição significa a reversão da morte. Neste sentido, quando Adão pecou e quebrou a comunhão e comunicação com Deus, a Fonte da Vida, ele transmitiu a morte a sua posteridade, e com a morte veio o pecado (“O aguilhão do pecado é a morte”, 1Co 15:56). Como tal, Paulo se regozija na morte da morte mediante a ressurreição de Cristo, escrevendo, “Tragada foi a morte pela vitória”.

Com a ressurreição de todos e a cessação da morte como resultado da ressurreição, não haverá mais pecado, porque pecaos apenas porque estamos longe de Deus, que é a fonte da vida. Posto em comunhão com Deus, ficamos de frente ao juízo: Pois todos devemos comparecer diante do Tribunal de Cristo, para que cada um receba o pagamento das coisas que fez no corpo, seja bem ou mal.{2Co 5:10} Cheguei a crer que a presença de Deus, o amor abrasador e radiante de Deus é o mesmo para o fiel em Cristo, bem como para o infiel. Para o fiel a presença de Deus traz alegria e para o infiel o mesmo amor incinera a consciência. Como alguém disse, “Aquelas pessoas que nesta vida ‘preferiram as trevas à luz porque suas obras eram más’, não irão, na vida futura, após a ressurreição, encontrar nada dessa escuridão”.

Arcebispo Puhalo construiu a seguinte ilustração de céu e inferno, em uma oração:

Contemplando o esplendor da glória e do amor de Deus, ninguém será capaz de se esconder dela, e a consciência de cada pessoa, como um livro aberto, irá julgá-los. O fiel, contando portanto os atos e pecados dos quais ele fora liberado pelo arrependimento e fé, de acordo com o amor e misericórdia de Deus, entenderá de uma vez e pela primeira vez, quão grande a salvação que eles têm aproveitado e quão grande é o amor de Deus tal que Ele aceitou e apagou tais pecados e revoltas.

O impio entenderá emntão quão grande salvação eles rejeitaram, quão grande amor e misericórdia eles desdenharam em vida e para eles, este amor e glória radiantes de Deus, do qual eles não mais poderão se esconder, se tornará um rio de fogo, derramando da glória, ou do trono, de Cristo, e isto os varrerá, suas consciências recebendo-a como carvão em chamas. Os justos receberão o mesmo “fogo” como uma completa iluminação e entendimento espiritual, e serão preenchidos com indescritível alegria e exaltação por isto, pois este fogo será para eles raios do Sol da Redidão que lhes curará de todas as faltas, e eles irão e crescerão em perfeição e conhecimento por toda a eternidade:

Porque eis que aquele dia vem ardendo como forno; e todos os soberbos e todos os que praticam perversidade serão palha; e o dia que vem os incendiará,
diz o SENHOR dos exércitos, de tal maneira que não lhes deixará nem raiz nem ramo. Mas a vós os que temeis meu nome, o Sol da justiça nascerá, e trará cura em suas asas; e saireis, e saltareis de alegria como bezerros do estábulo. E esmagareis os perversos, os quais serão cinza debaixo das plantas de vossos pés, no dia que eu preparo, diz o SENHOR dos exércitos. Lembrai-vos da lei de meu servo Moisés, que lhe mandei em Horebe estatutos e regras para todo Israel. {Malaquias 4:1-2 BLIVRE}

Em Cristo, o Primeiro de muitos irmãos,

Eric Landstrom

[1] A espera escatológica do Antigo Testamento, em seu núcleo, começa no Jardim (Gn 3:15), do momento em que a raça humana caiu em pecado e veio a estar sob a maldição da morte e do pecado, existe uma esperança de que o Senhor providenciaria um Redentor que acabaria com a morte e o pecado.

Anúncios

Um comentário sobre “Tradução de Páscoa: O Significado da Ressurreição de Jesus o Cristo

  1. “Portanto quando os discípulos contemplaram o Senhor ressurreto eles entenderam que estavam de fato situados no fim dos tempos, nos últimos dias, na ressurreição geral. Este reconhecimento não foi um processo gradual, mas foi completamente formado no instante do encontro do Senhor ressurreto”

    O mais incrível é que os discípulos estiveram com Jesus todo o tempo e não haviam entendido/crido que Ele haveria de ressuscitar. Jesus se referiu a isto da seguinte forma:

    “Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”
    João 14:9

    E depois afirmou que Eles creriam depois da ressurreição:

    “Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia (após a ressurreição) conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.”
    João 14:19-20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s