Traduções Crédulas: Crisóstomo sobre o ‘trazer’ e o ‘dar’ em João 6

Padrão

Começando algumas exegeses de trechos usados por calvinistas para a defesa de suas doutrinas, vou colocar uma tradução bem leve: um comentário do pai da Igreja João Crisóstomo, vulgo Boca-de-Ouro, sobre João 6.

Interessante notar no cometário de Crisóstomo, estes mesmos trechos eram muito usados pelos maniqueus – uma seita gnóstica – para apoiar sua doutrina de negação da liberdade humana…

Estou vendo a possibilidade de traduzir uns textos grandes, no estilo de artigos mesmo, para As Três Grandes: Romanos 9 (já fiz um aqui), João 6 e Efésios 1. Estes são os textos mais utilizados pelos calvinistas, e certamente valem muito o esforço!

Crisóstomo sobre o ‘trazer’ e o ‘dar’ em João 6

por Godismyjudge from ArminianChronicles

Tradução: Credulo from this WordPress Blog

Crisóstomo faz aqui um grande ponto. João 6:45 realmente explica João 6:37 e 44. Deus ensina e nós aprendemos, se escolhermos assim, mas alguns escolhem não aprender. Aqueles que aprendem do Pai são do Pai (João 17:6). O Pai dá aqueles que aprenderam ao Filho. Aqui estão as passagens e os comentários de Crisóstomo [ênfase minha]:

Tudo o que o Pai me dá virá a mim; e ao que vem a mim, em maneira nenhuma o lançarei fora.{João 6:37 BLIVRE}

Mas talvez alguém possa dizer, Se todo aquele que o Pai dá, e quem Ele traz, vem a Você, se nada pode vir a Você exceto sendo dado a ele do alto, então aqueles a quem o Pai dá não são livres de qualquer culpa ou acusação. Essas são meras palavras e pretensões. Pois nós requeremos nossa própria escolha deliberada também, porque se vamos ser ensinados é uma questão de escolha, e também se iremos crer. E nesta posição, pela qual o Pai dá a Mim, Ele declara nada além de que o crer em Mim não é algo ordinário, nem que venha de raciocínio humano, mas precisa de uma revelação do alto, e uma alma bem-ordenada para receber esta revelação. {LINK}

Ninguém pode vir a mim se o Pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.{João 6:44 BLIVRE}

Os maniqueus empregam tais palavras, afirmado que nada está em nosso próprio poder; mesmo assim as expressões mostram que somos mestres de nossa vontade. Porque se um homem vem a Ele, diria alguém, que necessidade há de trazer? Mas as palavras não eliminam nosso livre arbítrio, mas mostram que nós precisamos muito de ajuda. E Ele implica não uma pessoa que vem contra a vontade, mas uma que aprecia muito socorro.

Como então, diria alguém, o Pai traz? Isto o profeta explica no Velho [Testamento], quando ele proclamou antecipadamente e disse, João 6:45 E todos serão ensinados por Deus {Isaías 54:13}

Você vê a dignidade da fé, e que não vem de homens nem pelo homem, mas por Deus Ele Mesmo que eles devem aprender? E para fazer tal afirmação credível, Ele se referiu aos seus profetas. Se, então, “todos serão ensinados por Deus, por que é que alguns não creem? Porque as palavras falam do maior número. Além disso, a profecia não significa absolutamente tudo, mas tudo o que tem a vontade. Porque o mestre se mantém pronto para transmitir o que tem a todos, e verte sua instrução em todos. {LINK}

E dizia: 
 Por isso tenho vos dito que ninguém pode vir a mim, se não lhe for concedido por meu Pai.{João 6:65 BLIVRE}

… quando você ouve que a Ele foi dado, imagine não meramente uma distribuição arbitrária, mas que quando alguém se tornou digno de receber o dom, ele o recebeu. {LINK}

Anúncios

2 comentários sobre “Traduções Crédulas: Crisóstomo sobre o ‘trazer’ e o ‘dar’ em João 6

  1. Pingback: Traduções Crédulas: Efésios 1 – Eleitos NELE | credulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s