Traduções Crédulas: A Teologia Arminiana É Sinergística?

Padrão

Olá, leitores deste tosco blog!

Como séries de doze partes são compridas demais para se traduzir, vou colocar algumas coisas mais light. Uma delas é sobre a natureza da fé e da salvação no arminianismo. Serão uns três posts, creio eu.

A Teologia Arminiana É Sinergística?

por Kangaroodort from ArminianPerspectives

Tradução: Credulo from this WordPress Blog

Para alguns, o debate entre arminianismo e calvinismo se resume a se a salvação é monergística ou sinergística. Creio que o termo “sinergismo” não é sempre aplicado de maneira acurada à posição arminiana. A palavra vem do grego synergos, que significa essencialmente “trabalho conjunto”. Enquanto o monergismo (trabalho solitário) pode ser um rótulo apropriado para o que calvinistas creem (Deus faz todo o trabalho na salvação), sinergismo nem sempre retratou corretamente o que os arminianos historicamente têm crido.

A palavra em si, quando tomada num sentido gramaticalmente estrito, não é uma descrição muito boa do que os arminianos creem acerca da salvação. Arminianos não creem que tanto Deus quanto o homem “trabalhem” juntos na salvação. Nós cremos que somos salvos pela fé do início ao fim (Rm 1:17). Desde que fé é antitético a trabalho ou obras (Rm 3:20-28; 4:2-5; 9:32; 10:5, 6; Gl 2:16; 3:2, 5; Ef 2:8, 9; Fp 3:9), não é apropriado rotular a soteriologia arminiana como sinergista no sentido estrito da palavra.

A teologia arminiana, quando corretamente compreendida, ensina que a salvação é monergística. Deus somente é quem faz a salvação. Deus somente é quem regenera a alma que estava morta em pecados. Deus somente é quem perdoa e justifica nos méritos do sangue de Jesus Cristo. Deus somente é que nos faz santos e retos. Em todas estas vias a salvação é inteiramente monergística. A diferença entre calvinismo e arminianismo é se ou não a obra salvífica de Deus é condicional ou incondicional. Arminianos creem que Deus não salvará até que nós cumpramos a condição de fé por Ele ordenada. Fá deve ser entendida como sinergística apenas no sentido de que Deus graciosamente habilita-nos a crer, mas somos aqueles que devem decidir se ou não iremos crer.

F.Leroy Forlines coloca isto bem quando diz,

Eu creio que a fé salvífica é um presente de Deus no sentido de que o Santo Espírito nos dá capacitação divina, sem a qual a fé seria impossível (Jo 6:44). A diferença entre o conceito calvinista de fé e meu conceito de fé não pode ser a que o deles é monergístico e o meu é sinergístico. Em ambos os casos ele é sinergístico. Participação ativa em fé pelo crente significa que isto deve ser sinergístico. A resposta humana não pode ser excluída da fé. Justificação e regeneração são monergísticas. Cada uma delas é um ato de Deus, não do homem. Fé e um ato humano pela divina habilitação, e portanto não pode ser monergística. (The Quest For Truth, pg 160, ênfase dele)

Se a fé fosse monergística então não seria a pessoa crendo, mas Deus crendo pela pessoa. Fé é a resposta humana genuína ao chamado de Deus, e os meios pelo qual acessamos Sua graça salvífica (Rm 5:1,2). Ainda é a graça de Deus que salva, mas tal graça deve ser recebida pela fé, e a natureza da fé é tal que ela não pode ser propriamente chamada de “obra”.

Isto significa que o homem é determinador da salvação e não Deus? Absolutamente, não. Deus determinara que aqueles que creem em Seu Filho serão salvos, e tal determinação é absoluta e imutável (Jo 3:16-18,36). Nós simplesmente determinamos quando ou não iremos satisfazer a condição de fé ordenada por Deus.

Calvinistas tendem a objetar que fé, quando entendido no contexto da teologia arminiana, é na verdade apenas uma “obra”. Meu próximo post {1}vai responder a esta acusação e definir a natureza da fé salvífica na teologia arminiana.

1: Post seguinte: aqui no blog.

Anúncios

2 comentários sobre “Traduções Crédulas: A Teologia Arminiana É Sinergística?

  1. Pingback: Traduções Crédulas: O Sinergismo Como Modelo Da Glória de Deus | credulo

  2. Pingback: Traduções Crédulas: Examinando Inconsistências do Monergismo Calvinista – Parte 1: Oração Intercessória | credulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s